Data conscientiza consumidores e varejistas sobre como a alta carga  tributária brasileira, uma das maiores do mundo, afeta o crescimento econômico.

 

Você sabe a porcentagem de imposto que paga quando compra um celular? E quando abastece o carro? E ao comer um hambúrguer no sábado à noite? Cada item tem um valor diferente, mas a verdade é que no Brasil a tributação é uma das mais altas do mundo. Com o intuito de conscientizar a população e o varejo sobre a alta carga tributária paga no país, a Confederação de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) promove o Dia Livre de Impostos, que esse ano acontece no dia 30 de maio.

 

A ideia é materializar como os impostos são grande parte do preço dos produtos, então no Dia Livre de Impostos os lojistas participantes vão comercializar seus itens no valor que geralmente é consumido por tributação. “Queremos mostrar para a população como as taxas são abusivas. Para se ter uma ideia, num ranking de 30 países, o nosso é o 140 que mais arrecada imposto, mas está em última colocação como país que melhor retorna o dinheiro para a população”, afirma Antonio Luiz de Souza, Presidente da CDL Praia Grande.

 

Para Antonio, o Dia da Liberdade de Impostos é uma forma de deixar claro ao consumidor como a alta tributação afeta seu poder de compra. “Altos impostos sem retorno têm alto impacto na economia, criando um efeito bola de neve. Com alta taxação, os produtos ficam mais caros, então a população compra menos. Isso acarreta em diminuição dos números do varejo, que passa a contratar menos funcionários. Sem emprego as pessoas diminuem seus gastos e assim por diante num ciclo”, explica. O Presidente da CDL Praia Grande ainda salienta que o brasileiro trabalha 153 dias do ano, o equivalente a cinco meses, apenas para pagar os impostos aos quais é submetido.

 

O Dia da Liberdade de Impostos foi criado pela Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem em 2003 e acontece nas principais cidades do país. O intuito não é a sonegação de impostos, pois nesse dia o empresário arca com os custos da taxação, para não ser repassado aos consumidores. Em 2018 a data contou com a participação de 17 estados, com a colaboração de mais de 5 mil shoppings e varejistas.

 

Em nosso site a população pode conferir os lojistas que estão participando do projeto e mais sobre a CDL Jovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *